O antigo IBC e os 1.000 Empregos Esperados!

(Olha o tamanho do barracão do antigo IBC!)

Em 2001 uma das unidades do antigo IBC (Instituto Brasileiro do Café) de Rolândia foi doado para o município, assim como aconteceu em várias cidades brasileiras.
Na época em "que conseguimos" a cessão do imóvel da União, Apucarana dava o exemplo quando aproveitou os enormes barracões para abrigar uma incubadora industrial, que abrigou dezenas de micro empresas em um único local. Aliás, ano passado eles conseuiram um segundo prédio do IBC para usar com o mesmo fim da conquista anterior.
Rolândia, na gestão do ex-prefeito Eurides Moura, foi na contra mão da história quando cedeu toda aquela infraestrutura para uma única empresa. Naquela época eu achei um verdadeiro erro, e não mudei minha opinião em relação a isso.
Lembro bem que a promessa era que em pouco tempo, cerca de 1.000 empregos seriam gerados no local. Até hoje (10 anos) isso não aconteceu. Conversando com amigos que trabalham na empresa, fiquei sabendo que o número de funcionários não chega a 400.

Se fosse uma Incubadora Industrial?

Imagino que se toda aquela estrutura estivesse servindo como uma "Incubadora Industrial" o número de empregos gerados seguramente seria maior que o número que a empresa emprega hoje. Ali, com toda certeza, poderia abrigar empresas do ramo têxtil. Quantos são os empresários que estão pagando aluguel de barracões? Hoje esse (micro) empresário paga, além de impostos, funcionários, matéria prima, luz, telefone, transporte, etc.
Seria uma "mãozinha" que o poder público municipal estaria dando, e sem ônus para o contribuinte.
Que no futuro não cometa-se um erro novamente.

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »