O Progresso do Jardim Santiago

Avenida Atlanta
foto: https://maps.google.com.br/maps
Quem vê hoje o Jardim Santiago nem imagina que até 15 anos atrás ele era um apenas um loteamento recortado com pouquíssimas casas construídas e distante dos demais bairros da cidade.
Se antes ali existia apenas o Jardim Santiago e o Conj. Stª Felicidade, logo em seguida (ou pouco antes) veio o Califórnia e logo depois vieram os Conjuntos, Caiobá, Morumbi e os  Jardins do Lago, Erdei, Coliseu e por ultimo o Pioneiros. 
Com o crescimento populacional da região, houve também o crescimento comercial. Essa localidade além de contar com equipamentos públicos (creches, escola, posto de saúde) hoje conta com algumas panificadoras, lanchonetes, posto de combustível, farmácias, açougues, mini-mercados, conta com um dos maiores depósitos de materiais de construção da cidade e daqui algum tempo contará com um supermercado Juliana do mesmo porte de sua loja central. E é claro que os problemas com segurança também cresceram juntos.
Tive a oportunidade de ter um lote no Jardim Santiago em sociedade com meus irmãos. Como meus pais já estavam com certa idade, não poderíamos nos dar o luxo de morar tão longe de tudo. 
Lá não tinha posto de saúde, nem escola, nem creche, nem mercado, nem panificadora, nem farmácia ou açougue por perto. 
O serviço de transporte, num tempo que a maioria do povo não tinha carro próprio, ainda não funcionava muito bem aquela região. 
Não teve outro jeito. Vendemos a propriedade por R$ 3.000,00. Hoje por lá não se compra uma por menos de R$ 45.000,00.
Logo, logo, aquela região conquistará sua independência do restante da cidade, assim como ocorre com a Vila Oliveira, que somente não conta com agencia bancária.

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »