Passeio Público de Rolândia

Imagem de como era a Praça Castelo Branco nos anos 80
*Foto gentilmente cedida pela Professora Michelle R. Nassu

Embora em proporções bem menores que o famoso Passeio Público de Curitiba, Rolândia também já teve o seu. Na verdade o passeio em questão era a Praça Castelo Branco, que fica no centro da cidade.
Não tive o privilégio de conhecer. Quando nos mudamos para Rolândia, a Castelo Branco já não tinha mais o aspecto de mini Zoo ou de bosque.
Os moradores mais antigos contam que no local haviam peixes, animais silvestres de pequeno e médio porte, no caso das antas.

Fim do Passeio Público Rolandense
Praça Castelo Branco, ano 70.
Foto gentilmente cedida pela professora Edna H. Valentin. Aqui com seu pai, senhor Luiz Horácio.

Segundo relatos, o fim do nosso pequeno passeio público veio do fato de que muitas pessoas (certamente as que moravam próximas ao local) reclamavam do mau cheiro exalado dali, devido as fezes dos bichos. 
Outro fator que não é citado, mas creio que deve ter sido um dos motivos da "extinção dos animais", com certeza era o custo de manutenção.

Passeio Público Curitibano



A cidade de Curitiba conta com dois parques abertos à visitação pública, que abrigam coleções de animais de vários grupos e espécies: o Passeio Público (inaugurado em 1886) e o Zoológico de Curitiba (inaugurado em 1982).
O Passeio Público é o mais antigo e central parque de Curitiba, e já no século XX passou a abrigar o primeiro zoológico da cidade. Nos 69.285m² se encontram espécies nativas e exóticas da flora e fauna. Além de abrigar animais de pequeno porte, tem em exposição o maior grupo de muriquis (o maior primata das Américas) em cativeiro, além de uma casa de répteis e aquários. Está aberto ao público de terça a domingo das 06h às 20 horas.
O Passeio Público localiza-se no Centro de Curitiba, entre as ruas Carlos Cavalcanti, Avenida João Gualberto e Presidente Faria.

Ainda bem que os Curitibanos não se importaram com o mau cheiro dos animais. Afinal de contas, quem já foi nesse parque, sabe que ele fica na área central da cidade.

Interessante como um prefeito acaba desmanchando o trabalho de seu antecessor. Não sei se é uma maneira de apagar o feito do outro, pois nada mais marca uma administração do que uma obra vultuosa.
Lembro que o calçadão central da cidade e a praça Castelo Branco, num período de vinte anos já passaram por algumas modificações.
A Castelo Branco sem dúvida foi a mais modificada. Se não era muito bonita antes da reforma, pelo menos tinha um pequeno palco com arquibancada, onde se podia realizar inúmeras apresentações artísticas. Curiosamente foi destruído  Poderia ter sido preservado também, assim como o pequeno "Passeio Público".

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »