SE PERPETUAR NO PODER

Infográfico da Gazeta do Povo, Edição de 16/02/2014

Eis a verdadeira perpetuação no poder. Não estou falando de um determinado partido que se elege de eleição em eleição. Falo de políticos tradicionais do Paraná, que sempre apresentam nas eleições a esposa, o filho, o sobrinho, irmão e etc, para continuar em cena e para continuar influenciando de alguma maneira nas decisões políticas do estado.
Se depender de mim, esse tipo de candidato fica de fora. Eles e seus parentes. 
Pensam que o estado ainda é uma *Capitania Hereditária (veja explicação logo abaixo). A família Camargo por exemplo, se apresenta para as eleições desde a fundação do estado. Se não estão ocupando cargo de Deputado,  estão no TCE-PR.
Acho interessante (pra não dizer revoltante) que tem muitos desses "candidatos de família" que se apresentarão nesse ano, mal saíram da Faculdade, nem sequer tem um registro na carteira de trabalho, e já se apresentam como políticos com "bagagem de conhecimento". Pelo visto pretendem se perpetuar de mandato em mandato. Experiência profissional: político. 
Vamos dar um NÃO a essas famílias nesse ano!


*Capitanias Hereditárias:  O sistema consistia na política de doação de terras à grandes proprietários para cultura de produtos de boa aceitação nos mercados europeus. Buscava-se estabelecer mecanismos de controle do litoral brasileiro e a exploração econômica das terras.
O sistema foi criado em 1534 e até 1536 foram doadas 14 donatarias, com 50 ou 100 léguas de costa cada uma. Entre os privilégios estavam o direito de fundar cidades e de lhes atribuir direitos municipais; o direito da pena capital para escravos, pagãos e cristãos livres das classes mais baixas; o direito de cobrar impostos locais, exceto no que se referia à mercadorias (como o pau-brasil) que constituíam em monopólio da Coroa; o direito de autorizar construções, como de engenhos de açúcar, e de receber dízimas sobre determinados produtos, entre os quais o açúcar e o peixe. Será que mudou alguma coisa?

Veja a reportagem completa sobre o tema nesse link da Gazeta do Povo:
http://2.bp.blogspot.com/-bEK4nTrcG2o/UySPE3PELkI/AAAAAAAABog/jiTx-lEadMY/s1600/blog%2Bdo.png

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »