46.000 eleitores não elegem um Deputado

Quem tem mais de 35 anos e assistiu ao desenho "Lippy & Hardy"
entenderá a comparação com o texto.
Rolândia conseguiu alcançar a marca de 46.004 até a data limite para se cadastrar novos eleitores. O número de eleitores não aumentou, na verdade ele reduziu, pois o total antes era de 46.042. E olha que teve uma campanha para chegar aos 50.000 eleitores.

Não dá pra eleger um candidato único pela cidade

Pelo que tenho lido a respeito, a votação mínima para se eleger deputado estadual em 2014 ficará entre 38.000 a 45.000 votos. Ou seja, o candidato ungido a único representante de Rolândia precisará convencer a totalidade dos eleitores para se eleger. O que é muito difícil, pra não dizer impossível.

Cerca de 25% desse eleitorado não votará para deputado. Ou seja, desse eleitorado rolandense de 46.004 aptos a votar, apenas 35.000 de fato votarão em algum candidato.  E desse total, calculo que apenas 70% votará num candidato a deputado da cidade, o que dará aproximadamente 24 mil votos

O candidato local precisará ainda buscar (muitos) votos em outras cidade do estado, para alcançar o mínimo de votos necessários para "sonhar" com uma cadeira na Assembleia Legislativa. Reforçando que estou considerando apenas um candidato disputando pela cidade. Se houverem mais do que um candidato, a tendência natural é a votação reduzir. Infelizmente.

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »